No meu último post eu escrevi sobre o que é e o que faz um bom gerente de produto, destacando bastante o perfil desse tipo de profissional. Mas se você está pensando em contratar um PM ou mesmo fazer uma transição de carreira e se tornar um gerente de produto, já deve ter se perguntado qual é a formação, experiência e outras características necessárias, ou ao menos mais comuns, para esse tipo de profissional. Com essa ideia em mente e inspirado por esse post do Mike Belsito, que faz uma análise do perfil dos VPs de Produto de Startups em crescimento acelerado nos EUA, resolvi escrever este post.

O processo

Para conseguir analisar o perfil dos PMs brasileiros de uma forma simples, mas com um certo grau de precisão, eu segui as seguintes etapas:

  1. O primeiro passo foi buscar as principais startups brasileiras, para isso eu procurei por posts como esse que citavam as startups tupiniquins que mais se destacavam aqui e lá fora. Após este processo eu cheguei a 49 startups.
  2. Com essa lista em mãos a próxima etapa foi levantar no Linkedin quantos funcionários e quantos PMs (Product Managers, Product Owners ou Gerentes de Produto) cada startup dessas possuía. Dessa análise eu exclui co-founders que também eram PMs, CPOs e Heads de Produto. O motivo foi porque na minha visão esses profissionais tendem a ter um perfil diferente, dado o contexto.
  3. O próximo passo foi excluir da minha lista inicial todas as startups que tinham menos de 3 PMs ou mais 1000 funcionários. Ao final deste processo minha lista caiu para 10 startups (Resultados Digitais, Movile, Nubank, VivaReal, PSafe, EasyTaxi, ContaAzul, BankFacil, 99Taxis e Elo7).
  4. Com a lista de startups definida eu voltei pro Linkedin e analisei o perfil de PM por PM para tabelar os dados que eu precisava para conseguir extrair as informações que você vai ver a seguir. Ao todo foram 62 perfis analisados.

Importante: Aqui cabe um disclaimer, como deu para notar eu coletei todas as informações do Linkedin, então ele é a minha “única fonte da verdade”. Se o PM não tem perfil, ou se nem todos os funcionários da empresa possuem perfil ou ainda se o conteúdo do perfil em si estava incorreto ou incompleto, isso interfere no  resultado final. Mas, apesar dessa taxa de erro (que eu sei que existe pois conheço algumas das startups citadas e sei que elas tem mais PMs do que eu consegui encontrar) o resultado ficou interessante o suficiente para que eu decidisse publicá-lo aqui.

Destaques

Das 10 startups escolhidas, Resultados Digitais (11 PMs), Movile (11 PMs) e Nubank (10 PMs), têm juntas mais da metade dos PMs pesquisados. A RD chama a atenção pelo time novo, 63% dos PMs tem menos de 30 anos, e por ter 54% do time formado em Engenharia, mais do que o dobro da média geral. Outro destaque é a Nubank, que tem 30% de mulheres no time e chama atenção pelo nível de formação dos PMs, 60% deles tem um título de Mestrado e 80% teve alguma experiência no exterior, incluindo cursos de Especialização, Pós-Graduação ou Mestrado. Já na Movile, 45.5% dos PMs são formados em áreas relacionadas à Comunicação e Marketing, o dobro da média geral.

O perfil dos PMs

1. A grande maioria ainda são de homens

Praticamente 80% dos PMs são homens, o que reflete um pouco da realidade do mercado de tecnologia como um todo, infelizmente. Apesar disso as mulheres estão presentes em praticamente todas as startups pesquisadas, apenas a ContaAzul não possui pelo menos uma mulher no time de gestão de produto. Outro ponto que não pude deixar de notar é que as mulheres geralmente são mais experientes e tem uma formação superior ao dos homens. Apenas 39% dos homens tem uma Especialização, Pós-Graduação ou Mestrado, enquanto que para as mulheres esse número sobe para 77%, quase o dobro.

2. PMs não nasceram ontem

Praticamente 60% dos PMs pesquisados tem mais de 30 anos, sendo que quase 50% dos gerentes de produto desta pesquisa possuem entre 30 e 34 anos. Com relação à experiência no mercado de trabalho o cenário não muda muito, 46.8% dos PMs tem mais de 10 anos de experiência e eles já trabalharam, em média, em 5.6 empresas antes de assumirem o cargo atual.

3. Poucos PMs tem experiência na profissão

Experiência como PM

Apesar da experiência dos PMs ser relativamente alta no mercado de trabalho, poucos deles realmente já trilharam um longo caminho como gestores de produto. 50% dos PMs tem apenas 2 anos ou menos de experiência formal com gestão de produtos. Na minha visão isso é um ótimo termômetro de como anda o mercado nesta área no Brasil.

Ainda existem pouquíssimos PMs no Brasil e poucas empresas realmente estão levando a sério a gestão de produtos, o que faz com que as empresas que precisem contratar tenham que praticamente formar estes profissionais dentro de casa. Para se ter uma ideia, da pesquisa realizada, o Product Manager que possui mais tempo de experiência formal em gestão de produtos tem 7 anos de profissão, um número baixo se você comparar com outras áreas como gerência de projetos ou mesmo desenvolvimento.

4. O perfil do PM antes de virar PM

Experiência anterior como PM

Como citado no tópico anterior, boa parte dos PMs precisa ser desenvolvida dentro de casa. Isso porque praticamente 60% dos PMs das startups pesquisadas estão vivenciando a sua primeira experiência formal como gestores de produto. Dos Product Managers pesquisados, apenas 25.8% empreenderam antes de se tornar PMs, apesar de comumente falarmos que os gerentes do produto são os CEOs do produto.

No entanto, 56.5% dos PMs tiveram alguma experiência com gestão de pessoas antes do seu primeiro emprego na área, apesar de esse normalmente não ser um requisito para a posição. E um outro dado interessante, praticamente ¼ dos PMs, 22.6%, teve a sua primeira oportunidade como Gerente de Produto dentro da própria empresa em que atuavam, através de um job rotation.

5. Mais da metade dos PMs tem formação em Exatas

Das Startups pesquisadas, 46.7% dos Product Managers possuem uma Especialização, Pós-Graduação ou Mestrado. Com relação aos cursos de graduação, grande parte dos PMs, 40.3%, fizeram cursos na área de TI (Ciências da Computação, Sistemas de Informação e etc). Em seguida, aparecem empatados com 22.6%, os cursos nas áreas de Engenharia e Comunicação (como Marketing, Publicidade e Propaganda e Comunicação Social). Os outros cursos como Administração, Design e etc somam todos juntos apenas 14.5%.

6. Experiência no exterior

Experiência no Exterior

38.7% dos gerentes de produto das Startups pesquisadas tiveram algum tipo de experiência no exterior, o que inclui trabalhar ou estudar. Nesse último caso, geralmente uma Especialização ou MBA. Cruzando estas informações com a quantidade de PMs que possuem uma Especialização, Pós-Graduação ou Mestrado, mais da metade deles, 58.6%, fizeram estes cursos no exterior e não no Brasil. Universidades renomadas, como Stanford e Harvard aparecem nessa lista.

Baixe o ebook!

Se você quiser saber mais detalhes dessa pesquisa ou mesmo analisar os resultados por empresa (Resultados Digitais, Movile, Nubank e VivaReal), para saber o perfil dos Product Managers de uma Startup em específico, eu compilei todos os dados em um ebook, que você pode baixar clicando aqui.

Quer saber mais sobre Gestão de Produtos, SaaS, Startup e Agile? Então cadastre-se na minha newsletter e receba os meus novos posts por email! Vou enviar no máximo um email por semana, não se preocupe!

Seu nome

Seu e-mail

Written by Alexandre Spengler