Avalidando PMs

Inevitavelmente, pelo menos em um ou dois momentos por ano, você vai precisar avaliar os PMs do seu time. O que eu costumo fazer é uma performance review semestralmente e posso falar mais desse processo em um post futuro. Mas independe da forma como você faz isso é necessário, em algum momento, olhar para cada PM e dizer se ele ou ela está indo bem ou mal. Mas como fazer isso? Particularmente eu olho para três critérios: Comportamento, Entrega e Influência.

Comportamento é sobre como o PM se porta no dia a dia, o quanto ele está alinhando com a cultura da empresa, como lidera e inspira o time, como se relaciona com as outras pessoas da empresa e como demonstra algumas características chave para um bom PM, que detalhei mais neste post.

Entrega tem a ver com o resultado que este PM trás para a empresa. Um bom Gerente de Produto precisa canalizar os seus esforços para pensar em como atingir os objetivos da empresa em que ele está. Precisa criar um produto que atenda os seus clientes e usuários de uma forma cada vez melhor. Em alguns casos, é necessário medir a entrega de cada PM de forma qualitativa, mas o quanto mais quantitativa for essa medida melhor. Ter uma forma numérica de acompanhar a qualidade da entrega de cada PM é bom pra você como líder e para o PM, para que ele mesmo consiga acompanhar a sua própria evolução.

Influência diz respeito ao quanto o PM influencia o seu time, os outros PMs dentro da empresa e, em algumas situações, os PMs de fora da empresa ou até o mercado em si. Essa influência pode estar relacionada a forma como se faz produto (processo) ou até sobre quais problemas ou oportunidades serão priorizados, impactando o roadmap de outros PMs dentro da organização ou definindo uma tendência para o mercado como um todo.

É importante notar que a régua de avaliação é a mesma para todos os PMs. Não utilizo uma régua para PMs mais Juniors e outra para PMs mais Seniors. Vejo como natural que PMs que estão mais no ínicio da carreira vão ter notas mais baixas em comparação com aqueles que já estão mais maduros. A expectativa é que o PM evolua com o tempo e essa avaliação ajuda tanto a eles, quanto a mim, acompanhar o progresso deles com o passar dos meses ou anos.

Seja como for, é extremamente importante que você ajude cada PM a identificar os seus pontos fracos e fortes. Processos de avaliação como este que descrevi, e feedbacks constantes, é o que vai garantir a evolução de todos os Product Managers do seu time e, consequentemente, do Chapter como um todo. Lembre-se sempre que evoluir o seu time de PMs é a sua principal função como um líder de Produto, por tanto não economize esforços neste processo.

Quer saber mais sobre Gestão de Produtos? Então cadastre-se na minha newsletter e receba os meus novos posts por email! Vou enviar no máximo um email por semana, não se preocupe!

Seu nome

Seu e-mail

Written by Alexandre Spengler