No post anterior eu expliquei melhor o que é um Roadmap e para que ele serve, agora vamos entender como criar e manter um Roadmap. Para facilitar este processo separei sete dicas para lhe ajudar, caso você queria entrar mais afundo no assunto recomendo esse post do Roman Pichler.

1. Defina seus objetivos

Como falei no fim do post anterior, sobre o que é e para que serve um Roadmap, a primeira coisa que você precisa fazer antes mesmo de começar a definir o planejamento do seu produto, é definir quais são os seus objetivos a nível de negócio. Isso envolve saber quais são os objetivos da sua empresa como um todo, fazer benchmarks, estudar o mercado, falar com clientes e tudo mais o que você imaginar. Se você não souber para a onde a sua empresa quer ir nós próximos meses, ou até mesmo nos próximos anos, nem comece a fazer o seu Roadmap. Necessariamente o seu produto precisa refletir e colaborar para os objetivos da sua empresa, tenha isso sempre em mente.

2. Mantenha as histórias a nível de negócio

Um Roadmap é uma ferramenta a nível de negócio e não a nível técnico. Dessa forma as histórias que entrarem no seu Roadmap precisam estar a nível de negócio, não é necessário entrar em um detalhamento técnico ou adicionar histórias referentes a refactorings, bugs, testes e etc ao seu Roadmap. Mantenha o seu Roadmap focado no que realmente entrega valor para o seu cliente!

Caso você trabalhe com metodologias ágeis recomendo criar um kanban que represente o seu Roadmap, com histórias mais detalhadas, para que o seu time de desenvolvimento possa utilizar diariamente no decorrer das sprints. Nesse kanban, que é muito mais de responsabilidade do Scrum Master do que sua, você pode incluir bugs, atividades de melhoria continua e tudo mais o que você precisar. Mas uma boa pratica para manter o time focado na entrega de valor ao seu cliente é só queimar pontos no seu burndown para atividades que realmente tenham essas características, ou seja, aquelas histórias que realmente estão contidas no seu Roadmap.

3. Defina um horizonte

Umas da primeiras coisas que você precisa definir para o seu Roadmap é o time frame, ou seja, quantos meses a frente vamos estar enxergando. Esse horizonte pode ser de 3, 6, 12 meses ou até mais do que isso. Quanto mais longo for seu horizonte maior é a sua previsibilidade, no entanto, montar um Roadmap com mais de 12 meses é uma tarefa complexa, que vai exigir bastante trabalho da equipe de gestão do seu produto. Na minha opinião um bom custo benefício é manter o seu Roadmap com um horizonte de 6 à 12 meses.

4. Keep it simple, stupid!

Quanto mais simples for o seu Roadmap, melhor. Isso vai lhe ajudar a mante-lo também de uma forma simples, fazendo as alterações necessárias sem grande esforço e, principalmente, vai ajudar o seu Roadmap a cumprir a sua principal função, comunicar ao mundo qual é a estratégia do seu produto. É importante que qualquer pessoa interessada, interna ou externa a sua empresa, consiga ler e entender o seu Roadmap. Dessa forma, quanto mais simples for o seu Roadmap, menos essas pessoas irão te perguntar o que significa essa ou aquela história.

Em alguns casos pode ser interessante manter duas versões do seu Roadmap, uma para publicação interna e outra para publicação externa. A diferença dessas duas versões pode ser devido ao conteúdo delas, por simplesmente você não querer divulgar tudo o que você está planejando para o seu produto ao seus clientes, potenciais clientes, parceiros e, claro, concorrentes. Outra diferenciação entre essas duas versões pode ser também com relação ao horizonte do seu roadmap. Você pode por exemplo, pulicar um Roadmap com horizonte de 3 meses externamente e ter um Roadmap interno com um horizonte de 12 meses. Tudo vai depender da sua estratégia.

5. Diga “Não” quantas vezes for preciso

A maioria das pessoas tem uma grande dificuldade em dizer “não”, simplesmente porque temos uma tendência natural em não querer discordar ou decepcionar os outros. Mas infelizmente, na posição de gestor de um produto, você precisa saber dizer “não”. É natural que você receba dezenas de sugestões para o seu produto todos os dias, desde o cliente que acabou de começar a utlizar o seu produto até o CEO o da sua empresa. Independente da situação você precisa proteger o seu produto e garantir que ele está indo na direção planejada. Por isso, anote a sugestão se necessário, mas se ela não estiver dentro dos objetivos do seu Roadmap, agradeça a sugestão mas diga “não” e explique o motivo. E aqui vai uma dica, se você ficar na dúvida, diga “não”! É muito mais fácil voltar atrás e aceitar uma sugestão que você recusou anteriormente do que ter que recusa-la depois de já ter dito que ela iria entrar no seu planejamento.

6. Controle as expectativas

O seu Roadmap é mutável. Dito isso, é importante ressaltar que nem tudo o que está no Roadmap vai efetivamente ser entregue, necessidades novas surgem e precisamos nos adaptar a elas, isso quer dizer que vamos ter que abrir mão de algumas histórias para poder contemplar novas necessidades. Por isso é importante que você controle as expectativas dos seus stakeholders, deixando claro que o seu Roadmap é um plano e não um compromisso! O seu compromisso tem que ser com o sucesso do seu produto e, consecutivamente, do seu negócio. Internalize isso e comunique para o restante da sua empresa sempre que necessário.

7. Metrifique

É fundamental que você esteja constantemente metrificando e acompanhando os resultados do seu produto como um todo e de cada história lançada. Para que isso aconteça, antes mesmo de uma história do seu Roadmap ser desenvolvida, é preciso definir quais os critérios de sucesso de cada uma delas. Definindo esses critérios será possível, após o lançamento, verificar se cada história foi ou não bem sucedida. Caso não seja, é necessário fazer as devidas correções, entendendo o que você acertou e errou antes, durante e depois do lançamento da história. Só dessa forma será possível não repetir estes erros com futuros lançamentos e manter o que foi feito com sucesso. Fazendo isso você garante um processo de melhoria contínua para o seu Roadmap e uma vida longa e próspera para o seu produto!

Live long and prosper

Quer saber mais sobre Gestão de Produtos, SaaS, Startup e Agile? Então cadastre-se na minha newsletter e receba os meus novos posts por email! Vou enviar no máximo um email por semana, não se preocupe!

Seu nome

Seu e-mail

Written by Alexandre Spengler